Fim do parcelamento no cartão seria ‘altamente prejudicial’ aos mais pobres, diz presidente do IDV

Jorge Gonçalves Filho, presidente do IDV, acredita que o parcelamento no cartão de crédito deverá continuar

IDV/DIVULGAÇÃO

Segundo Jorge Gonçalves Filho, as faixas de menor poder aquisitivo seriam as mais prejudicadas com o fim das compras parceladas

Dois assuntos dominaram as discussões sobre o comércio brasileiro em 2023: a competição com os marketplaces internacionais, especialmente os da China, e o parcelamento das compras com cartão de crédito.

No primeiro caso, os varejistas alegam que não competem em condições de igualdade com os marketplaces de fora, que até este ano, na prática, não pagavam nenhum tipo de taxa para vender seus produtos no Brasil — os lojistas brasileiros, por sua vez, pagam mais de 110% de taxas.

Fonte: R7 Entrevista