Adiado projeto que permite deduzir doações a pesquisa do cálculo do IRPF

Prevista para esta quarta-feira (10), foi adiada para a próxima terça-feira (16) a votação em Plenário do projeto de lei que permite deduzir da base de cálculo do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF) as doações a projetos de pesquisa científica e tecnológica executados por instituições públicas ou privadas (PL 776/2019).

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, tomou a decisão a pedido do líder do governo no Congresso, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Randolfe explicou que o governo ainda não tem uma posição sobre o impacto orçamentário do projeto, e que até terça-feira esses cálculos deverão ser fornecidos pela  equipe econômica.

O autor do projeto, senador Chico Rodrigues (PSB-RR), concordou com o adiamento. Ele classificou a proposição como fundamental para o desenvolvimento da pesquisa no país. Espera que, até a próxima terça-feira, o governo mostre consciência sobre a importância do tema.

Fonte: Agência Senado